quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Ter Razão ou Ser Feliz?


Estava eu no Orkut de um amigo para deixar-lhe um recadinho, quando me deparo com um lindo texto nesse tema: "ter razão ou ser feliz?", que pus-me a ler instantaneamente. Era uma leitura curta e envolvente. O texto contava a história de um casal que ia a uma festa e, atrasados, ele toma o caminho errado, mesmo a mulher lhe dizendor que o caminho correto seria outro. Depois de se deparar com o engano, o marido pergunta à esposa porque ela não insistiu com ele, se sabia que o caminho certo era o outro. Ela respondeu que estavam já muito nervosos e não queria brigar e estragar a noite, porque entre ter razão e ser feliz, ela preferia ser feliz!
Então eu comecei a refletir sobre o que acabara de ler. O que será que eu estava preferindo na minha vida? Ter razão ou ser feliz? Que tipo de escolhas eu estava fazendo?
Feito isso, me dei conta que, embora eu prefira mil vezes ser feliz, as minhas atitudes revelavam o contrário.
Digo isso porque sou teimosa feito uma porta com molas.
Ah, essa minha teimosia é que me mata!
Mas eu tenho me policiado bem e as coisas mudaram muito. Estou aprendendo a arte da renúncia. Renunciar ao que não vale a pena em favor de coisas importantes. Renunciar ao meu "eu que estou certa!" por um "pode ser que você tenha razão, amor!"
Aprendi também que renunciar não é baixar a cabeça e dizer sim a tudo; é, simplesmente, deixar a poeira baixar e as coisas acontecerem. Porque quando se tem realmente razão, ela prevalecerá sem que imponhamos a nossa vontade ao outro.
Entre ter razão e ser feliz, eu quero mesmo é ser feliz!
Ser feliz nas coisas simples; viver os pequenos momentos; aproveitar cada minutinho que eu puder...
Quero viajar, conhecer as pessoas, os lugares e me deixar levar pela brisa suave do campo...
Quero correr descalça na areia da praia, quero andar de bicicleta no calcadão e rodopiar no parque...
Quero andar a cavalo em boa companhia, fazer fogueira à noite e tocar violão...
Quero sentir um beijo suave, um abraço carinhoso e me entregar á paixão...
Quero rir de besteiras, chorar de alegria e embarcar nas maiores loucuras...
Quero fazer massagem com beijinhos, contar piadas e fazer alguém sorrir!
Não importa se eu tenho razão ou não ou que alguém me chame de louca ou sonhadora...
Quem disse que eu quero seguir as regras?
O que eu quero é ser feliz!!!
Tenham um dia iluminado!
Beijos da Dry!!!

5 comentários:

  1. Amiga, adorei a postagem, só não gostei da segregação de razão e felicidade. Acho que dá pra conciliar as duas coisas. Razão + Felicidade seriam um par perfeito.

    Parabéns pelo post de hoje!

    ResponderExcluir
  2. Lindo Adriana.Vc tem toda razão, tb penso que entre ser feliz e ter razão a primeira opção é mais coerente.
    E obrigada pela vivita ao poesia na veia.
    bjs.

    ResponderExcluir
  3. Interessante isso, amiga... quando a renúncia em prol da felicidade não é unilateral... :)

    Bom fds!!!

    Bjoo!!!

    ResponderExcluir
  4. Adriana, o tão diferente está de roupa nova!

    confira!

    http://tao-diferente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Camiseta Personalizada18 de agosto de 2007 13:44

    Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Se você quiser linkar meu blog no seu eu ficaria agradecido, até mais e sucesso.(If you speak English can see the version in English of the Camiseta Personalizada.If he will be possible add my blog in your blogroll I thankful, bye friend).

    ResponderExcluir

Fale quando tuas palavras forem tão doces quanto o silêncio!